sexta-feira, 8 de maio de 2009

Globosat e Net acertam acordo de distribuição de canais HD

"A Globosat e a Net Serviços acertaram um acordo de distribuição de canais HD que deve marcar a forma como os conteúdos em alta definição serão distribuídos daqui para frente. O acordo, celebrado nesta quinta, 7, regulamenta a distribuição do canal Globosat HD na operadora de cabo, prevê a entrada de novos canais em alta definição e abre a distribuição do Telecine HD. Trocando em miúdos: o Globosat HD estará, daqui para frente, sempre no primeiro nível de empacotamento para conteúdos em alta definição da Net. É uma espécie de "pacote HD básico", onde também entrará pelo menos mais um novo canal da Globosat a ser lançado nos próximos 12 meses.

O Telecine HD entrará em um nível acima. Nos próximos dias e durante o mês de maio, os assinantes do pacote HD da Net Serviços passarão a receber o Telecine HD como degustação. Também está garantida a exibição de um jogo do Campeonato Brasileiro por rodada no canal Globosat HD, com áudio 5.1, e conteúdos da Playboy TV na faixa noturna do canal. Com a entrada do Telecine HD no ar, a faixa de filmes do Globosat HD será programada com conteúdos do Megapix, em alta definição, naturalmente.

Implicações

O acordo tem um significado muito importante para o mercado, sobretudo depois que a Sky lançou seus dois pacotes de canais em alta definição sem a Globosat, justamente por conta de dificuldades de negociação no posicionamento e preço dos canais. O resultado é que pela primeira vez na história da TV paga, Net Serviços e Sky terão estratégias diferentes para o empacotamento dos canais Globosat. Não quer dizer que a Sky não terá a chance de ter os mesmos canais da Net e vice-versa, mas as negociações se tornaram muito mais complexas por conta das amarras contratuais de lado a lado.

Outra implicação do acordo desta quinta é que, daqui para frente, operadores que quiserem distribuir os canais HD da Globosat terão que obedecer às mesmas regras de empacotamento que a Globosat celebrou com a Net Serviços. A única outra operadora com distribuição em alta definição no momento é a Telefônica/TVA, que até aqui não podia distribuir o Globosat HD por conta do conteúdo Telecine incluído no canal. Agora, essa barreira não existe mais e a tendência é que as negociações andem.

A incógnita que fica no mercado, agora, é como Net Serviços e Sky se diferenciarão em relação a preços. Por enquanto, o pacote HD da Net é mais barato, inclui os canais abertos mas tem poucos canais pagos (apenas os da Globosat). A Sky, por sua vez, apostou em uma grande quantidade de canais, nesse momento estrangeiros, com uma caixa sofisticada, mas a alternativa de recepção dos canais abertos ainda é uma promessa que depende de um módulo USB a ser conectado ao set-top, prometido para os próximos três meses. É, definitivamente, o começo de uma nova era na competição entre operadoras de TV por assinatura no Brasil."


Fonte: http://www.telaviva.com.br/News.asp?ID=128877&Chapeu=

Nenhum comentário:

Postar um comentário